BLOG

12/04
2020

Entrar na Faculdade é uma das etapas essenciais para qualquer pessoa. É a hora de realizar um sonho profissional ou buscar uma melhor colocação no mercado de trabalho. Mas, para concretizar esse objetivo você precisa passar por um processo seletivo de ingresso, como vestibulares oferecidos nas universidades ou Exame Nacional no Ensino Médio (Enem).

O ENEM avalia o desempenho do estudante e tornou-se um dos principais processos para entrada de estudantes no ensino superior. São quatro provas objetivas, com 45 questões cada, além da redação. Diante de todo o cenário conturbado de 2020, houve algumas modificações com a modalidade e a data de aplicação da prova.

Não que isso tenha sido ruim, mas é notório o grande passo com a implementação da tecnologia na educação por meio do ENEM Digital. É a primeira vez que parte dos candidatos fará uma versão informatizada da prova. E já que o assunto é novidade, vamos mostrar a você os principais pontos dessa nova versão e o que muda.

 

Qual a data de realização das provas?

ENEM impresso - 17 de janeiro e 24 de janeiro de 2021.

ENEM Digital - 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021.

 

Como funcionará o ENEM Digital?

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) selecionou instituições que tivessem um padrão mínimo de tecnologia nos computadores e o candidato não poderá realizar a prova em qualquer lugar.

Será em média 25 computadores por sala e os participantes só terão acesso ao sistema da prova. Além disso, haverá disposição das máquinas na sala de aula de modo que nenhum candidato veja a tela de outro computador. E claro, assim como a versão impressa com cores, o ENEM Digital também terá diferentes provas.

 

Haverá alguma forma de impedir a cola?

Com certeza. O Inep pensou em tudo e além da não conexão com a Internet, os computadores não lerão CDs ou dispositivos conectados por cabo USB e você não conseguirá usar programas de edição de texto (como Word) ou calculadora.

 

Como saber onde sentar e como acessar o computador?

Haverá lugares pré-determinados, assim como na prova impressa. Ao sentar no computador específico, o candidato deverá digitar uma senha individual, que será enviada no mesmo dia pelo Inep.

 

A redação será feita no computador?

A redação continua manuscrita. Assim, o candidato deve levar caneta preta, de tubo transparente, para escrevê-la. Não esquece, hein!

 

E se o computador apresentar problema?

A gente sabe que toda máquina é passível de falha, né. Pensando nisso, o Inep informou que haverá um técnico de informática em cada uma das salas e ele avaliará a possibilidade de transferir o candidato para outro computador. Além disso, haverá computadores reserva em cada laboratório. Se todo o procedimento demorar mais de 15 minutos, você poderá realizar a prova em fevereiro, na reaplicação.

 

A hora agora é de se preocupar em fazer uma boa prova. Então, aproveite seu tempo em casa para revisar o conteúdo, estudar mais e relaxar também, porque ninguém é de ferro.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados